ECF: Receita muda IR e CSLL de empresas. Sistema Dzyon antecipa solução


Embora só em julho de 2015 se dê a primeira entrega de dados da nova obrigação ECF, da Receita, as empresas devem desde já passar a coletar e organizar informações para satisfazer o Fisco. Isso se deve a uma particularidade da Escrituração Contábil Fiscal – ela é obrigatória a partir do atual “ano calendário”, isto é, se refere a negócios desenvolvidos pelas empresas em 2014.

A Dzyon S/A incluiu nos Módulos Contábil e Fiscal do Dzyon ERP aplicações que automatizam a geração dos arquivos ECF, e que afetam diretamente a forma de declaração de imposto de renda e de apuração de lucro das pessoas jurídicas.

O ECF substitui a atual DIPJ e afeta a escrituração de livros fiscais (veja abaixo mais detalhes).

A mudança parece simples mas, na verdade, é bem complexa e pode acarretar dores de cabeça para as empresas.

Confira dicas para evitar problemas com essa nova exigência da Receita.


O que muda com a ECF

Parte do Sped, a ECF não só substitui a atual DIPJ (Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica) como ainda exige preenchimento e controle, via validações, das partes A e B do Livro Eletrônico de Apuração do Lucro Real (e-Lalur) e do Livro Eletrônico de Apuração da Base de Cálculo da CSLL (e-Lacs). A mudança implica também em nova forma de preenchimento de fichas de informações econômicas e gerais das empresas.

A empresa deve gerar o arquivo ECF com recursos próprios. O arquivo será obrigatoriamente submetido ao programa gerador da ECF para validação de conteúdo, assinatura digital, transmissão e visualização.

São obrigadas ao preenchimento da ECF todas as pessoas jurídicas, inclusive imunes e isentas, tributadas por lucro real, lucro arbitrado ou lucro presumido. As únicas exceções são as empresas optantes pelo Simples Nacional, as autarquias, órgãos e fundações públicas, e PJs inativas segundo a Instrução Normativa RFB 1.306, de 27 de dezembro de 2012.


Para quem já é usuário Dzyon

  • Empresas que já utilizam o sistema de ERP da Dzyon ou apenas os módulos Fiscal e Contábil e estão com contrato de atualização vigente, têm atualização gratuita do software, incluindo as funcionalidades para gerar o ECF.
  • Por ser uma obrigação nova que inclui dados contábeis e fiscais, todos os clientes Dzyon terão de implementar novas configurações para receber essa carga de informação.
  • Importante: Os clientes terão de controlar o LALUR e o LACS pelo Dzyon ERP e fazer a apuração de IRPJ e CSSL com informações totalmente contidas no sistema. Atualmente parte dos usuários Dzyon ERP utiliza planilhas auxiliares para este controle, o que não mais será possível. Confira se sua empresa é uma delas e fale com a gente.
  • A Dzyon está oferecendo Consultoria na implantação, preparação de dados e preenchimento das novas obrigações tanto para quem já utiliza módulos Fiscal e Contábil quanto para empresas que ainda não os têm. Para mais informações, entre em contato pelo fone (11) 2663.2021 ou email vendas@dzyon.com, ou fique a vontade para falar também diretamente com seu consultor habitual.

Para quem não usa ERP Dzyon

  • Empresas que utilizam ERP de outros fornecedores do mercado podem usar os módulos Fiscal e Contábil Dzyon já com a aplicação para ECF, integrando com seus ERPs. O processo é muito simples e não afeta a forma de trabalho de seus funcionários com o atual ERP. Para mais informações a respeito, entre em contato pelo fone (11) 2663.2021 ou email vendas@dzyon.com

Saiba mais:

ERP

O aliado de sua empresa para alcançar o sucesso »

Contábil

Escritórios de contabilidade da era da informação »

Conheça também:

Gestão Legal

Obrigações e legislação brasileira de forma fácil e no prazo »

©2007-2013 — Dzyon S/A — Todos os direitos da marca e dos produtos são reservados.