Aptiv é nomeada entre as “Empresas Mais Éticas do Mundo” pelo 7º ano consecutivo

A Aptiv PLC (NYSE: APTV), cliente Dzyon, foi reconhecida pelo Instituto Ethisphere, líder global na definição e no avanço dos padrões de práticas éticas de negócios, como uma das Empresas Mais Éticas do Mundo de 2019, pelo 7o. ano consecutivo.

“Esse prêmio valida ainda mais a missão da Aptiv de possibilitar o futuro da mobilidade através de nosso portfólio exclusivo de soluções mais seguras, mais ecológicas e mais conectadas, e destaca como nosso sucesso nos negócios está ligado à melhoria da sustentabilidade do nosso planeta e da vida de seus cidadãos”, disse Kevin Clark, presidente e CEO. “Temos orgulho do impacto positivo que nossos colaboradores e produtos causam aos nossos acionistas todos os dias e, ao fazê-lo, ajudamos a tornar a Aptiv um negócio sustentável”.

A Aptiv continua a solucionar os desafios mais complexos da mobilidade por meio de tecnologias inovadoras e vasto conhecimento da indústria automotiva, incluindo como a democratização de soluções avançadas de segurança está ajudando a reduzir lesões e fatalidades relacionadas a veículos em todo o mundo, além da eletrificação de alta tensão, redução de peso do veículo e otimização da arquitetura elétrica, diminuindo as emissões de CO2 e melhorando a economia de combustível.

“Continuamos comprometidos em conceber, desenvolver e entregar nossas soluções avançadas de maneira responsável e sustentável”, afirmou David M. Sherbin, vice-presidente sênior, conselheiro geral, secretário e Chief Compliance Officer (CCO). “Ao fazer isso, garantimos a segurança de nossos funcionários, avaliamos e reduzimos o impacto de nossos produtos e cadeia de suprimentos sobre o meio ambiente, além de engajar e melhorar nossas comunidades locais”.

As “Empresas Mais Éticas do Mundo” do Ethisphere são selecionadas usando pontos gerados por cinco categorias principais: programas de ética e conformidade, cidadania e responsabilidade corporativa, cultura de ética, administração e liderança, inovação e reputação.

Parabéns, Aptiv! Temos muito orgulho em tê-los como cliente! Esperamos poder sempre colaborar com essa missão que tanto nos inspira! 🙂

Viko: o melhor buffet no melhor camarote da Sapucaí

Mais uma vez, os foliões do CamaroteN1 da Sapucaí puderam se deliciar com a gastronomia do Buffet Viko.

Já faz 14 anos que o Carnaval do Rio de Janeiro, além dos desfiles maravilhosos, conta também com comidinhas deliciosas. Tudo preparado com muito amor, qualidade e dedicação pelo chef Viko Tangoda, para não faltar energia e animação aos convidados!

 

 

 

Vamos dar uma espiadinha e saborear com os olhos, pois foi só o que restou agora! 🙂

Mini hamburguer feito com blend especial de fraldinha e costela grelhado na hora, com cheddar e maionese especial

 

 

 

 

 

 

Comida de boteco: dadinhos de tapioca com linguiça e bacon e os charmosos bolinhos de carne com cheiro verde picadinho

 

Salada de quinoa com legumes mediterrâneos grelhados ao perfume de alho e manjericão

 

Shawarma de fraldinha feito pelo chef com pão árabe, salada, molho taratur e molho de alho

 

“A melhor hora” apresenta mini sobremesas em cups de acetato de cristal. Aqui os convidados do CamaroteN1 encontraram algumas delícias como tapioca cremosa com compota de abacaxi, goiabada cremosa com calda de catupiry, creme de amendoim com crocante de pé de moleque…

 

Pra finalizar, café da manhã com pão na chapa, misto, american pacakes e as bebidinhas matinais!

 

Que delícia ter um cliente assim! Não é irresistível? Hummmm! 🙂

Fotos Divulgação: @vikotangoda

Clientes Dzyon são finalistas de maior premiação de gastronomia do Brasil

A 14ª edição do Melhores do Ano Prazeres da Mesa, mais importante premiação da gastronomia nacional, já está com as votações abertas – e dois clientes Dzyon estão no páreo.

Nossos parceiros, selecionados por um criterioso time com mais de 120 especialistas de norte a sul do Brasil, entre chefs, jornalistas, críticos e estudiosos de alimentação, são o chef Viko Tangoda, do restaurante Viko Gastronomia (que concorre na categoria Banqueteiro) e o Buffet Fasano (também na disputa como Banqueteiro e na seção Brigada de Ouro)

Chef Viko Tangoda: concorre ao prêmio de Melhor Banqueteiro

A Dzyon sente-se honrada por participar, com nossos produtos e soluções, do dia a dia dos amigos e clientes Fasano e Viko – que, graças à qualidade de seus serviços e da inigualável excelência em talento, criatividade e inovação – estão mais uma vez entre os melhores do País e na corrida pelo prêmio.

 

 

 

 

 

Para participar da votação e dar aquela força ao Fasano e ao Viko basta preencher o formulário, disponível até 4 de junho, em https://prazeresdamesa1.typeform.com/to/a2wDqI

Buffet Fasano: concorre ao prêmio de Melhor Banqueteiro e Melhor Brigada de Ouro

 

Bora lá?

Não exija receber o mesmo em troca

A infelicidade na vida começa com a atitude de ficar constantemente lembrando o que você já fez pelos outros, esquecendo o que eles já fizeram por você. O pensamento: “Apesar de eu ter feito tanto por ele, nunca fez nada por mim em troca” é o ponto de partida da infelicidade.

Pessoas que pensam assim precisam ter consciência de que é imaturo afirmar: “Fiz isso por ele”. Quando se dá algo aos outros, é importante que isso seja feito de livre e espontânea vontade.

Isso vale particularmente para a bondade e a consideração: procure lembrar sempre a si mesmo que o amor pelos outros é um presente que você dá sem troca de nada; é uma via de mão única. E que, se você por acaso recebe amor como retribuição, deve considerar isso como um bônus inesperado.

Existem muitas pessoas ingratas no mundo, e você não é uma exceção. Mesmo que acredite que abriu caminho sozinho, com certeza recebeu ajuda de muita gente durante o processo. Você não pode simplesmente esquecer a boa vontade e o amor sincero que recebeu de seus pais, professores, amigos, superiores e colegas.

Não fique se queixando e dizendo: “Ninguém fez nada por mim” ou “Depois de tudo o que eu fiz por ele, acabou virando as costas e me traindo”. As pessoas que sempre ficam lembrando o que fizeram pelo outros tendem a esquecer muito rápido o que os outros fizeram por elas. Quando você faz algo por alguém, é importante que não espere nenhuma recompensa e depois e esqueça o que fez. Ao mesmo tempo, lembre-se sempre do que os outros fizeram por você e continue a se sentir grato a eles por muito tempo. Se todos adotassem essa maneira básica de pensar, o mundo seria um lugar melhor.

Dzyon_Post_RO_Lembranca_LO_rev1-02

O problema com a ideia de “é dando que se recebe” é que ela indica que a pessoa não tem benevolência de sobra. Mostra que o seu sentido de felicidade é tão escasso que fica excessivamente dependente da opinião dos outros. Em outras palavras, a benevolência ou felicidade dessa pessoa é tão limitada que ela só se sente satisfeita se os outros também se mostrarem benevolentes e felizes com ela. No entanto, para quem tem benevolência e felicidade em abundância, só esses sentimentos já são suficientes para limpar toda a negatividade. Por isso, seja benevolente e dê felicidade aos outros sem restrições. Como se fosse uma fonte, faça jorrar essa energia infinita que vem do seu interior.

Espelhe-se na natureza. Nas montanhas, vemos inúmeras fontes jorrando abundância. Alguma vez essas fontes pediram algo em troca? E quanto ao Sol lá no céu? Alguma vez ele pediu alguma retribuição aos seres humanos? As empresas de energia cobram pela eletricidade que fornecem, mas o Sol nos dá calor e energia de graça. Talvez seja inadequado esperar que as pessoas na Terra sejam como o Sol, mas se você pelo menos ficar consciente de que já muitas bênçãos transbordando na natureza, poderá vê-las como a misericórdia divina.

(trecho extraído do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)

A luz que ilumina o mundo

Dzyon_Post_Boas_Festas_rev1-01

Se você pensar que o futuro é negro,

Um futuro negro se manifestará.

Se você pensar que o futuro é brilhante,

Um futuro brilhante se manifestará.

Na verdade, é a sua mente que atrai as coisas e os eventos futuros.

A mente é como um imã.

Os pensamentos que você constantemente emite

Determina a direção em que você irá.

Cuidado com aqueles que sempre falam negativamente,

Pois quando eles falham, ou passam por uma experiência desagradável,

Costumam dizer: “Veja, aconteceu da forma como eu falei”,

e se eximem de assumir a responsabilidade pelo fato, sentindo-se satisfeitos por terem conseguido se auto-proteger.

De certa forma, não passam de egoístas.

Muitos daqueles que se julgam espertos, não conseguem trabalhar de outra forma.

Se você for invadido por pensamentos negativos,

Leia palavras que emanam luz,

Expresse uma face alegre e brilhante,

E diga repetidamente:

“Todos os dias são maravilhosos,

Todo dia se inicia uma nova vida,

Todos os dias são preenchidos de esperança”

Então, você se tornará a luz que ilumina o mundo!

(Ryuho Okawa)

Saiba a diferença entre ser bondoso e ser fraco

Dzyon_Post_RH_Bondade_rev1-04

Dentro de casa, as pessoas também precisam construir bons modelos. Se alguém só é maravilhoso fora de casa, não merece respeito. Se o seu negócio prospera à custa da sua família, você nunca merecerá nenhum respeito por suas realizações.

Os homens que têm força demonstram também calor humano e bondade. Uma pessoa que não tem força não pode ser gentil no verdadeiro sentido. A força deve estar revestida de responsabilidade e ser exercida trabalhando com paixão neste mundo. Não se esqueça de que sem força não é possível haver bondade. Ser gentil e bondoso não significa perder autoridade e tornar-se fraco. Essas duas coisas não têm nada a ver uma com a outra.

Do mesmo modo, gostaria de destacar que uma mulher realmente bondosa é uma mulher de coragem. Quando o marido enfrenta obstáculos e dificuldades, é a mulher que tem o poder de apoiá-lo e encorajá-lo, e permite assim que ele alcance grandes realizações. O que é preciso nesse caso é coragem. A mulher que tem coragem também consegue ser boa e afetuosa. Bondade não representa fraqueza ou debilidade, mas algo que torna as pessoas mais fortes.

(trecho extraído do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)

Aprenda a desenvolver bons relacionamentos

Gostaria de falar agora sobre um método para ter sucesso no trabalho, destacando o relacionamento entre superiores e subordinados e a maneira como interagem.

Primeiro, avalie se você respeita seus supervisores ou superiores. Na verdade, as pessoas que não têm sucesso no trabalho raramento respeitam seus superiores. É claro que seus superiores e supervisores têm imperfeições humanas, deficiências e pontos fracos. Você sempre poderá descobrir neles coisas questionáveis. No entanto, há outros aspectos deles para os quais o oposto é verdadeiro. Eles ocupam aquele cargo porque alguém num nível ainda mais alto da hierarquia empresarial considerou-os competentes para as suas atribuições. Portanto, se você imagina que a pessoa que está acima de você não tem capacidade e que é cheia de falhar e deficiências, então terá de pressupor que você nunca terá sucesso na sua companhia, sociedade ou organização.

[…] Para ser bem sucedido, além de respeitar os superiores você precisa também amar os que estão abaixo de você na hierarquia. Mas o que quer dizer “amar os subordinados”? Primeiro, significa ajudá-los a melhorar seus pontos fortes e adverti-los a respeito de suas deficiências. Talvez você não tenha contato regularmente com seus subordinados, mas sua responsabilidade como alguém que está numa posição mais elevada é assegurar que eles se tornem indivíduos merecedores de elogios e capazes de trabalhar bem, e que continuem com bom desempenho ao chegarem a posições mais altas.

Dzyon_Post_RO_Sucesso_rev1-05

Portanto, precisará ter muito cuidado para não se sentir enciumado com a capacidade deles. Algumas pessoas sentem inveja quando alguém de talento passa a trabalhar sob suas ordens. Fazem o que podem para dificultar o trabalho do subordinado, criticando tudo o que ele faz. Esses sentimentos obviamente impedem o sucesso do subordinado. Mas, ao mesmo tempo, as pessoas que adotam esse tipo de comportamento também têm seu crescimento na empresa dificultado.

As pessoas que alcançam um sucesso real são aquelas que tendem a apreciar a capacidade do outro. Elas amam aqueles que mostram habilidades que elas próprias não possuem. Amam as pessoas que têm traços de caráter maravilhosos e então se dispõem a ajudá-las a continuar crescendo. Amar pessoas que estão abaixo de você na hierarquia empresarial é dispor-se a acolher sua singularidade e ajudá-las a expandir ainda mais sua individualidade. Isso implica que você sinta orgulho quando conta com alguém muito mais talentoso do que você trabalhando sob suas ordens. Esforce-se para alcançar um estado mental elevado como esse. Só quando você tiver conseguido esta atitude é que será realmente capaz de seguir adiante.

(trechos extraídos do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)

 

Workshop – A Moderna Gestão Empresarial

Quando os conceitos de Peter Drucker estiverem estabelecidos no Brasil, o futuro será brilhante!

peter_drucker

 

A crise brasileira é profunda e não está parecendo ser passageira. Por isso, este é o momento para repensar a estratégia com base em novos valores empresariais.

 

Diante de tantas dúvidas, como organizar e conduzir o pensamento? As escolas de administração não nos ensinam a pensar. Será que existem metodologias para direcionar os pensamentos e facilitar a busca da resposta correta? Sim, existe! E uma delas é a “Meditação Temática”.

A filosofia capitalista e as teorias de gestão empresarial foram amplamente disseminadas no Ocidente, porém, as técnicas da meditação tiveram origem no Oriente. E, agora, o maior Mestre de todos os tempos, Mestre Ryuho Okawa, desenvolveu a revolucionária técnica da Meditação Temática. Trata-se da aplicação da meditação como forma de pensar profundamente, encontrar a solução, consolidar os ideais e atingir as metas.

Através desta técnica, os participantes poderão meditar profundamente sobre os temas empresariais fundamentais, sob a orientação de Peter Drucker, pai da moderna Gestão Empresarial. É uma oportunidade única para estancar a perda de clientes, queda no faturamento, conquistar novos clientes e aumentar o faturamento.

A crise é uma oportunidade para revermos os nossos conceitos da gestão e, no final, da vida em si.

Milton1

Milton Nonaka, fundador da Dzyon S/A

Participe do Workshop, gratuito, neste domingo, dia 23 de agosto de 2015, das 10h às 12h, que será ministrado, pelo fundador da Dzyon S/A, Milton Nonaka.

Templo da Happy Science
Rua Domingos de Morais, 1154 (entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana)
Estacionamento próprio
Tel: 5088-3800
www.happyscience.com.br

Não classifique as pessoas como amigas ou inimigas

São muitas as situações em que não conseguimos perceber os outros corretamente. Às vezes, vemos as pessoas de modo incorreto porque nossa percepção com frequência se baseia em ideias preconcebidas.

Um preconceito muito comum é ver o outro como amigo ou inimigo. Ao olhar para as pessoas, costumamos dividi-las em dois grupos, com base no fato de serem nossas amigas ou inimigas. Depois, passamos a atormentar as que rotulamos como inimigas; em contrapartida, ficamos próximos e convivemos com as que consideramos como amigas. Ao classificar uma pessoa como amiga ou inimiga, a primeira coisa que costumamos levar em conta é se essa pessoa irá nos beneficiar ou não.

É comum julgar como inimigas também as pessoas que são próximas àquelas que já rotulamos previamente como inimigas. E então evitamos passar-lhes informações ou fazemos comentários negativos a respeito delas ou tentamos derrubá-las. É muito importante evitar esse tipo de pensamento que divide as pessoas em amigas ou inimigas, pois é aí que o equívoco começa.

Dzyon_Post_RH_Amizade_rev1-05

Quando alguém decide classificar uma pessoa como inimiga ou alguém que lhe é prejudicial, é raro que mude de ideia. Mas eu gostaria de sugerir: “Espere um pouco. Não se precipite em tomar essa decisão”.

Existe sempre uma razão ou antecedente que explica por que uma pessoa age de certa maneira ou assume determinada posição. É inadequado considerar uma pessoa como amiga ou inimiga sem compreender seus antecedentes. Mesmo que alguém lhe dê a impressão de que vai lhe causar problemas, você precisa tentar descobrir por que a pessoa está agindo daquele jeito.

Muitas vezes, essas pessoas são, na verdade, como um professor disfarçado, ou podem ainda ser um reflexo de sua própria mente. Se você acha que alguém é incompetente, essa pessoa reagirá a esse pensamento. No entanto, se você pensa: “Ela é uma pessoa muito eficiente”, ela irá pensar o mesmo a respeito de você.

A maioria de nós não é capaz de reconhecer de imediato todos os pontos positivos das outras pessoas. Portanto, devemos considerar as partes de uma pessoa que não conseguimos ver como áreas nebulosas e levar sempre em conta que pode haver várias possibilidades de interpretação.

(trecho extraído do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)

 

Projeto “De Olho no Futuro”

Esta é a primeira edição do projeto De olho no futuro, idealizado pela diretoria do Hospital e Maternidade Dois Pinheiros e UFMT. O projeto conta com a participação de 16 professores dos cursos de Medicina, Enfermagem e Farmácia da universidade e 88 acadêmicos da instituição, sendo 65 de Medicina, 12 de Enfermagem e 11 de Farmácia.

de_olho_2

Quase 2,5 mil crianças e estudantes da rede municipal e estadual de Sinop foram avaliadas nas escolas com relação a acuidade visual. Cerca de 30% dos estudantes possuem algum tipo de problema na visão, segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). O ideal é que a criança consulte um oftalmologista a partir dos três anos de idade, como ressalta o medico oftalmologista, professor da UFMT e coordenador do projeto, Douglas Yanai. “Normalmente os problemas na visão serão detectados em de_olho_3idade escolar, quando se exige mais do olho. É importante que os pais fiquem atentos já nos primeiros anos de vida da criança e que os professores também percebam os sinais de que algo pode estar errado. Dores de cabeça, o hábito de apertar ou esfregar os olhos, tonturas e sensibilidade excessiva à luz podem ser alguns desses sintomas. A miopia ou hipermetropia, quando detectadas no início podem ser manejadas para que não haja prejuízo ao desenvolvimento da visão”, explica Yanai.

Os óculos foram doados pela Casa da Amizade, que é parceira e se encantou por este projeto, que além de atender na área da saúde influencia no aproveitamento educacional dos alunos em sala de aula.

Parabéns, Dr.Douglas Yanai e toda equipe do Hospital e Maternidade Dois Pinheiros, pela iniciativa dessa linda ação social!