Gratidão

Mais um ano chegando ao fim e somos só gratidão a todos os nossos clientes, parceiros, colaboradores, por estarem sempre ao nosso lado!

Foram muitos desafios e novidades, mas o que realmente nos deixa muito felizes e motivados é ver cada um de vocês nos ensinando, aprendendo, evoluindo, acreditando, apoiando gentilmente, nos incentivando a cumprir nossa missão e dando sentido a cada dia de trabalho em equipe!

Que 2019 venha cheio de sonhos, criatividade, harmonia, sucesso!

Muito obrigada! 🙂
Beijos
Equipe Dzyon

Amor: doar e não cobrar

O verdadeiro amor é aquele que doamos, sem esperar nada em troca. O amor é sempre um presente, uma transação de uma só via, e está contido nas pequenas atitudes, ao respeitar as pessoas, realizar um trabalho bem feito, desejar a felicidade do próximo, ajudar, educar, ensinar, agradecer, elogiar, consolar, sorrir.

Todos somos capazes de amar! De tão simples, Amor

temos sempre a certeza de estarmos praticando o amor a todo instante, naturalmente.

Porém, nunca podemos nos esquecer que esse amor não é realmente verdadeiro se quisermos reconhecimento, se cobrarmos gratidão.

Portanto, quando fizer algo por alguém, não espere recompensa e simplesmente esqueça o que fez. Ao mesmo tempo, lembre-se sempre do que os outros fizeram por você!

Se, por acaso, receber amor em troca, considere um bônus inesperado!

Foi pensando assim que tornamos o Amor um dos valores da Dzyon. O ambiente de trabalho, onde passamos grande parte do nosso tempo, é muito propício para a prática do amor. Ele traz a harmonia necessária para enfrentarmos os desafios, em equipe, todos contribuindo, ensinando, aprendendo, celebrando. O amor é a base que norteia nossas decisões, nossas ações, nossos sonhos. Sem amor, não há sucesso, não há alegria, não há evolução. É o amor que nos conduz pelo caminho da busca da felicidade de todos e para a criação de um mundo melhor! <3

Amor

Especialista em Gestão de Relacionamento atinge excelência em atendimento de clientes com tecnologia Dzyon

sm-logoA SM Services, empresa que figura entre as líderes do mercado brasileiro de Prospecção, Marketing e Inteligência Comercial, é usuária desde 2013 de tecnologia da empresa brasileira Dzyon S/A para gestão interna de sua carteira de prospects.

A parceria ocorreu de forma inusitada, quando a Dzyon passou de cliente a fornecedora da SM Services. “Éramos a empresa de prospect de novos clientes da Dzyon”, conta Aline Silva, Gerente de Operações da SM Services. “Como passamos a conhecer a fundo o trabalho e os produtos da Dzyon, percebemos que estava ali, bem na nossa frente, a solução tecnológica para nossos problemas de gestão”.

Fundada em 2005, com foco em relacionamento com cliente, definição de público-alvo, abordagem, questionários, qualificação dos prospects e acompanhamento em potencial clientes para seus contratantes, a SM Services tinha até então uma rotina conturbada em seu escritório na zona sul de São Paulo e enfrentava dificuldades organizacionais.

SM_Services_Dzyon

O controle para gerenciar os dados de mais de 40 empresas que integravam sua carteira de clientes era feito com planilhas de Excel, o que demandava tempo e gerava retrabalhos. A empresa já havia utilizado outros softwares de gestão, mas nenhum deles havia atendido às expectativas. Foi quando a SM Services passou a utilizar os softwares de ERP (Enterprise Resource Planning – Planejamento dos Recursos Empresariais) e CRM (Customer Relationship Management – Gestão de Relacionamento com Cliente) da Dzyon, atingindo um novo cenário de excelência em gerenciamento administrativo.

De acordo com Francine Nonaka, CEO da Dzyon, a rotina de trabalho da SM Services carecia de um sistema customizado e tão dinâmico quanto o trabalho de prospecção de relacionamento com o cliente. “Cada campanha tem um público alvo e uma abordagem diferenciada”, diz a executiva. “Com base nisso, elaboramos um projeto sob demanda para atender às necessidades específicas desse mercado, com um sistema fácil e padronizado, mas configurável e com workflow ágil e inteligente para geração de dados de qualidade em tempo real.

Os módulos foram implantados em 12 meses, com total integração às operações e base de informações da SM Services. “Foi um período de muita flexibilidade da Dzyon para atender a 100% das nossas demandas, seja através de reuniões, acompanhamento presencial e remoto e transferência de dados. Valeu a pena”, pontua Aline Silva.

Segundo a gerente de operações da SM Services, o ponto alto da ferramenta está na agilidade que trouxe para os antes críticos processos de extração de relatórios finais para clientes. A operação, que antes durava dias, passou a ser realizada em questão de horas, com reflexos positivos também na redução de funcionários envolvidos na tarefa.

“Além disso”, diz Aline, os usuários têm acesso em tempo real às informações, que ficam documentadas dentro da plataforma e facilitam a geração de relatórios estratégicos. É um grande avanço”.

Também deixaram de ser manuais importantes rotinas diárias como o envio de e-mails, uma vez que o sistema da Dzyon dispara as mensagens automaticamente e de acordo com a atividade que está sendo executada.

“O tempo gasto pelas equipes em certas tarefas foi revertido em maior tempo de atenção ao cliente, para dar a ele o que ele precisa, de forma imediata e dinâmica. É produtividade e excelência em primeiro grau. E isso não tem preço para uma empresa especialista em relacionamento com cliente”, conclui Aline.

Não exija receber o mesmo em troca

A infelicidade na vida começa com a atitude de ficar constantemente lembrando o que você já fez pelos outros, esquecendo o que eles já fizeram por você. O pensamento: “Apesar de eu ter feito tanto por ele, nunca fez nada por mim em troca” é o ponto de partida da infelicidade.

Pessoas que pensam assim precisam ter consciência de que é imaturo afirmar: “Fiz isso por ele”. Quando se dá algo aos outros, é importante que isso seja feito de livre e espontânea vontade.

Isso vale particularmente para a bondade e a consideração: procure lembrar sempre a si mesmo que o amor pelos outros é um presente que você dá sem troca de nada; é uma via de mão única. E que, se você por acaso recebe amor como retribuição, deve considerar isso como um bônus inesperado.

Existem muitas pessoas ingratas no mundo, e você não é uma exceção. Mesmo que acredite que abriu caminho sozinho, com certeza recebeu ajuda de muita gente durante o processo. Você não pode simplesmente esquecer a boa vontade e o amor sincero que recebeu de seus pais, professores, amigos, superiores e colegas.

Não fique se queixando e dizendo: “Ninguém fez nada por mim” ou “Depois de tudo o que eu fiz por ele, acabou virando as costas e me traindo”. As pessoas que sempre ficam lembrando o que fizeram pelo outros tendem a esquecer muito rápido o que os outros fizeram por elas. Quando você faz algo por alguém, é importante que não espere nenhuma recompensa e depois e esqueça o que fez. Ao mesmo tempo, lembre-se sempre do que os outros fizeram por você e continue a se sentir grato a eles por muito tempo. Se todos adotassem essa maneira básica de pensar, o mundo seria um lugar melhor.

Dzyon_Post_RO_Lembranca_LO_rev1-02

O problema com a ideia de “é dando que se recebe” é que ela indica que a pessoa não tem benevolência de sobra. Mostra que o seu sentido de felicidade é tão escasso que fica excessivamente dependente da opinião dos outros. Em outras palavras, a benevolência ou felicidade dessa pessoa é tão limitada que ela só se sente satisfeita se os outros também se mostrarem benevolentes e felizes com ela. No entanto, para quem tem benevolência e felicidade em abundância, só esses sentimentos já são suficientes para limpar toda a negatividade. Por isso, seja benevolente e dê felicidade aos outros sem restrições. Como se fosse uma fonte, faça jorrar essa energia infinita que vem do seu interior.

Espelhe-se na natureza. Nas montanhas, vemos inúmeras fontes jorrando abundância. Alguma vez essas fontes pediram algo em troca? E quanto ao Sol lá no céu? Alguma vez ele pediu alguma retribuição aos seres humanos? As empresas de energia cobram pela eletricidade que fornecem, mas o Sol nos dá calor e energia de graça. Talvez seja inadequado esperar que as pessoas na Terra sejam como o Sol, mas se você pelo menos ficar consciente de que já muitas bênçãos transbordando na natureza, poderá vê-las como a misericórdia divina.

(trecho extraído do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)

A luz que ilumina o mundo

Dzyon_Post_Boas_Festas_rev1-01

Se você pensar que o futuro é negro,

Um futuro negro se manifestará.

Se você pensar que o futuro é brilhante,

Um futuro brilhante se manifestará.

Na verdade, é a sua mente que atrai as coisas e os eventos futuros.

A mente é como um imã.

Os pensamentos que você constantemente emite

Determina a direção em que você irá.

Cuidado com aqueles que sempre falam negativamente,

Pois quando eles falham, ou passam por uma experiência desagradável,

Costumam dizer: “Veja, aconteceu da forma como eu falei”,

e se eximem de assumir a responsabilidade pelo fato, sentindo-se satisfeitos por terem conseguido se auto-proteger.

De certa forma, não passam de egoístas.

Muitos daqueles que se julgam espertos, não conseguem trabalhar de outra forma.

Se você for invadido por pensamentos negativos,

Leia palavras que emanam luz,

Expresse uma face alegre e brilhante,

E diga repetidamente:

“Todos os dias são maravilhosos,

Todo dia se inicia uma nova vida,

Todos os dias são preenchidos de esperança”

Então, você se tornará a luz que ilumina o mundo!

(Ryuho Okawa)

Receita Federal altera prazo de entrega da ECD e ECF 2016, exercício 2015

sped-ecf

Receita federal altera prazo de entrega da ECF 2016, exercício 2015. O arquivo magnético deve ser entregue até o último dia útil do mês de junho do ano seguinte ao ano-calendário.

Devido à essa mudança, as empresas também terão um mês a menos de preparo para a entrega do SPED Contábil em 2016, que foi antecipado para o último dia útil do mês de maio do ano seguinte ao ano-calendário.

A entrega da ECF 2015 foi um sucesso para os clientes da Dzyon. E estamos totalmente à disposição para trabalhar em conjunto, orientar, e fazer de tudo para que a entrega de 2016 também seja tranquila, rápida e consistente. Mas além disso, queremos que esse projeto não só atenda a legislação, como também seja útil para dinamizar os processos, analisar os negócios, os números, sempre de forma transparente, integrada e em tempo real.

Instrução normativa na íntegra

ECF: http://normas.receita.fazenda.gov.br/sijut2consulta/link.action?visao=anotado&idAto=69969

ECD: http://normas.receita.fazenda.gov.br/sijut2consulta/link.action?visao=anotado&idAto=69968

 

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1595, DE 01 DE DEZEMBRO DE 2015

(Publicado(a) no DOU de 03/12/2015, seção 1, pág. 16)

Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.422, de 19 de dezembro de 2013, que dispõe sobre a Escrituração Contábil Fiscal (ECF).

O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos III e XXVI do art. 280 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal do Brasil, aprovado pela Portaria MF nº 203, de 14 de maio de 2012, e tendo em vista o disposto no art. 16 da Lei nº 9.779, de 19 de janeiro de 1999,

RESOLVE:

Art. 1º Os arts. 2º e 3º da Instrução Normativa RFB nº 1.422, de 19 de dezembro de 2013, passam a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 2º ………………………………………………………………………..

………………………………………………………………………………………

VIII – à apresentação do Demonstrativo de Livro Caixa, a partir do ano-calendário 2016, para as pessoas jurídicas optantes pela sistemática do lucro presumido que se utilizem da prerrogativa prevista no parágrafo único do art. 45 da Lei nº 8.981, de 20 de janeiro 1995, e cuja receita bruta no ano seja superior a R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), ou proporcionalmente ao período a que se refere.” (NR)

“Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) até o último dia útil do mês de junho do ano seguinte ao ano-calendário a que se refira.

………………………………………………………………………………………

§ 4º Nos casos de extinção, cisão parcial, cisão total, fusão ou incorporação, ocorridos de janeiro a maio do ano-calendário, o prazo de que trata o § 2º será até o último dia útil do mês de junho do referido ano, mesmo prazo da ECF para situações normais relativas ao ano-calendário anterior.

……………………………………………………………………………” (NR)

Art. 2º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União.

Art. 3º Fica revogado o inciso IV do § 2º do art. 1º da Instrução Normativa RFB nº 1.422, de 19 de dezembro de 2013.

JORGE ANTONIO DEHER RACHID

 

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1594, DE 01 DE DEZEMBRO DE 2015

(Publicado(a) no DOU de 03/12/2015, seção 1, pág. 16)

Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.420, de 19 de dezembro de 2013, que dispõe sobre a Escrituração Contábil Digital (ECD).

O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos III e XXVI do art. 280 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal do Brasil, aprovado pela Portaria MF nº 203, de 14 de maio de 2012, e tendo em vista o disposto no art. 16 da Lei nº 9.779, de 19 de janeiro de 1999,

RESOLVE:

Art. 1º Os arts. 3º e 5º da Instrução Normativa RFB nº 1.420, de 19 de dezembro de 2013, passam a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 3º ………………………………………………………………………..

………………………………………………………………………………………

§ 3º A obrigatoriedade a que se refere este artigo e o art. 3º-A não se aplica:

I – às pessoas jurídicas optantes pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional), de que trata a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006;

II – aos órgãos públicos, às autarquias e às fundações públicas; e

III – às pessoas jurídicas inativas de que trata a Instrução Normativa RFB nº 1.536, de 22 de dezembro de 2014.

……………………………………………………………………………………..

§ 6º A obrigatoriedade prevista nos incisos III e IV do caput aplica-se em relação aos fatos contábeis ocorridos até 31 de dezembro de 2015.” (NR)

“Art. 5º A ECD será transmitida anualmente ao Sped até o último dia útil do mês de maio do ano seguinte ao ano-calendário a que se refira a escrituração.

………………………………………………………………………………………

§ 4º Nos casos de extinção, cisão parcial, cisão total, fusão ou incorporação, ocorridos de janeiro a abril, o prazo de que trata o § 1º será até o último dia útil do mês de maio do ano de ocorrência.

……………………………………………………………………………” (NR)

Art. 2º A Instrução Normativa RFB nº 1.420, de 2013, passa a vigorar acrescida do art. 3º-A, com a seguinte redação:

“Art. 3º-A Ficam obrigadas a adotar a ECD, nos termos do art. 2º do Decreto nº 6.022, de 2007, em relação aos fatos contábeis ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2016:

I – as pessoas jurídicas imunes e isentas obrigadas a manter escrituração contábil, nos termos da alínea “c” do § 2º do art. 12 e do § 3º do art. 15, ambos da Lei nº 9.532, de 10 de dezembro de 1997, que no ano-calendário, ou proporcional ao período a que se refere:

a) apurarem Contribuição para o PIS/Pasep, Cofins, Contribuição Previdenciária incidente sobre a Receita de que tratam os arts. 7º a 9º da Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, e Contribuição incidente sobre a Folha de Salários, cuja soma seja superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais); ou

b) auferirem receitas, doações, incentivos, subvenções, contribuições, auxílios, convênios e ingressos assemelhados, cuja soma seja superior a R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais); e

II – as pessoas jurídicas tributadas com base no lucro presumido que não se utilizem da prerrogativa prevista no parágrafo único do art. 45 da Lei nº 8.981, de 1995.

Parágrafo único. As Sociedades em Conta de Participação (SCP) enquadradas nas hipóteses previstas nos incisos I e II do caput deste artigo e nos incisos I e II do caput do art. 3º devem apresentar a ECD como livros próprios ou livros auxiliares do sócio ostensivo, ressalvado o disposto no § 6º do art. 3º.”

Art. 3º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União.

JORGE ANTONIO DEHER RACHID

Saiba a diferença entre ser bondoso e ser fraco

Dzyon_Post_RH_Bondade_rev1-04

Dentro de casa, as pessoas também precisam construir bons modelos. Se alguém só é maravilhoso fora de casa, não merece respeito. Se o seu negócio prospera à custa da sua família, você nunca merecerá nenhum respeito por suas realizações.

Os homens que têm força demonstram também calor humano e bondade. Uma pessoa que não tem força não pode ser gentil no verdadeiro sentido. A força deve estar revestida de responsabilidade e ser exercida trabalhando com paixão neste mundo. Não se esqueça de que sem força não é possível haver bondade. Ser gentil e bondoso não significa perder autoridade e tornar-se fraco. Essas duas coisas não têm nada a ver uma com a outra.

Do mesmo modo, gostaria de destacar que uma mulher realmente bondosa é uma mulher de coragem. Quando o marido enfrenta obstáculos e dificuldades, é a mulher que tem o poder de apoiá-lo e encorajá-lo, e permite assim que ele alcance grandes realizações. O que é preciso nesse caso é coragem. A mulher que tem coragem também consegue ser boa e afetuosa. Bondade não representa fraqueza ou debilidade, mas algo que torna as pessoas mais fortes.

(trecho extraído do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)

Caso de Sucesso – Móveis Ilan

É extremamente gratificante quando vemos nosso software sendo utilizado tão profundamente, aproveitando todos os recursos existentes e criando novas possibilidades!

Com a mente aberta a inovações, visionária, disposta a experimentar novas situações, aprimorar, nossos clientes inspiram nossa imaginação, nossa criatividade, nos instigam a pensar sob novas óticas e assim, desenvolver ferramentas que auxiliem no crescimento de cada negócio. Mas apenas desenvolver não teria a menor graça se não houvesse também alguém para validar, colocar em prática, dar novas sugestões de melhorias! Por isso, numa parceria constante com nossos clientes, nosso produto vem sendo aprimorado dia a dia. E nossa maior satisfação é ver como a tecnologia pode elevar a qualidade e gerar benefícios em toda a cadeia ao redor.

E assim tem sido o trabalho desenvolvido com a Móveis Ilan! Um projeto que realmente encanta pelo resultado, empenho e alegria!

Junior_Dir_Comerc_Ilan“O Dzyon ERP foi a melhor aquisição da empresa em termos de tecnologia e o GestãoSoft é igualmente uma grata surpresa. Com o GestãoSoft e a mobilidade que ele proporciona para a empresa chegamos a um nível de excelência em agilidade em diferentes pontas do negócio, desde a produção e a organização dos pedidos de vendas até os prazos de entrega. Planilhas de Excel e dores de cabeça por excesso de papelada e desorganização são coisas do passado”.

Gilson Bento de Oliveira Junior – Gerente Comercial da Móveis Ilan

 

Convidamos a todos a conhecer esse caso de sucesso na implementação do Dzyon ERP para gerenciamento do negócio e do GestãoSoft que garantiu mobilidade e agilidade nas operações da Móveis Ilan! Leia o case completo no nosso site!

Dzyon_Post_Cases_Moveis_Ilan_set2015-01_mod

Workshop – A Moderna Gestão Empresarial

Quando os conceitos de Peter Drucker estiverem estabelecidos no Brasil, o futuro será brilhante!

peter_drucker

 

A crise brasileira é profunda e não está parecendo ser passageira. Por isso, este é o momento para repensar a estratégia com base em novos valores empresariais.

 

Diante de tantas dúvidas, como organizar e conduzir o pensamento? As escolas de administração não nos ensinam a pensar. Será que existem metodologias para direcionar os pensamentos e facilitar a busca da resposta correta? Sim, existe! E uma delas é a “Meditação Temática”.

A filosofia capitalista e as teorias de gestão empresarial foram amplamente disseminadas no Ocidente, porém, as técnicas da meditação tiveram origem no Oriente. E, agora, o maior Mestre de todos os tempos, Mestre Ryuho Okawa, desenvolveu a revolucionária técnica da Meditação Temática. Trata-se da aplicação da meditação como forma de pensar profundamente, encontrar a solução, consolidar os ideais e atingir as metas.

Através desta técnica, os participantes poderão meditar profundamente sobre os temas empresariais fundamentais, sob a orientação de Peter Drucker, pai da moderna Gestão Empresarial. É uma oportunidade única para estancar a perda de clientes, queda no faturamento, conquistar novos clientes e aumentar o faturamento.

A crise é uma oportunidade para revermos os nossos conceitos da gestão e, no final, da vida em si.

Milton1

Milton Nonaka, fundador da Dzyon S/A

Participe do Workshop, gratuito, neste domingo, dia 23 de agosto de 2015, das 10h às 12h, que será ministrado, pelo fundador da Dzyon S/A, Milton Nonaka.

Templo da Happy Science
Rua Domingos de Morais, 1154 (entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana)
Estacionamento próprio
Tel: 5088-3800
www.happyscience.com.br

Não classifique as pessoas como amigas ou inimigas

São muitas as situações em que não conseguimos perceber os outros corretamente. Às vezes, vemos as pessoas de modo incorreto porque nossa percepção com frequência se baseia em ideias preconcebidas.

Um preconceito muito comum é ver o outro como amigo ou inimigo. Ao olhar para as pessoas, costumamos dividi-las em dois grupos, com base no fato de serem nossas amigas ou inimigas. Depois, passamos a atormentar as que rotulamos como inimigas; em contrapartida, ficamos próximos e convivemos com as que consideramos como amigas. Ao classificar uma pessoa como amiga ou inimiga, a primeira coisa que costumamos levar em conta é se essa pessoa irá nos beneficiar ou não.

É comum julgar como inimigas também as pessoas que são próximas àquelas que já rotulamos previamente como inimigas. E então evitamos passar-lhes informações ou fazemos comentários negativos a respeito delas ou tentamos derrubá-las. É muito importante evitar esse tipo de pensamento que divide as pessoas em amigas ou inimigas, pois é aí que o equívoco começa.

Dzyon_Post_RH_Amizade_rev1-05

Quando alguém decide classificar uma pessoa como inimiga ou alguém que lhe é prejudicial, é raro que mude de ideia. Mas eu gostaria de sugerir: “Espere um pouco. Não se precipite em tomar essa decisão”.

Existe sempre uma razão ou antecedente que explica por que uma pessoa age de certa maneira ou assume determinada posição. É inadequado considerar uma pessoa como amiga ou inimiga sem compreender seus antecedentes. Mesmo que alguém lhe dê a impressão de que vai lhe causar problemas, você precisa tentar descobrir por que a pessoa está agindo daquele jeito.

Muitas vezes, essas pessoas são, na verdade, como um professor disfarçado, ou podem ainda ser um reflexo de sua própria mente. Se você acha que alguém é incompetente, essa pessoa reagirá a esse pensamento. No entanto, se você pensa: “Ela é uma pessoa muito eficiente”, ela irá pensar o mesmo a respeito de você.

A maioria de nós não é capaz de reconhecer de imediato todos os pontos positivos das outras pessoas. Portanto, devemos considerar as partes de uma pessoa que não conseguimos ver como áreas nebulosas e levar sempre em conta que pode haver várias possibilidades de interpretação.

(trecho extraído do livro Estou Bem!, de Ryuho Okawa)